Opinião

Depois de um estreia tímida em 2014, Pavilhão Indie passa a existir de fato na BGS

No ano passado, o Pavilhão Indie da Brasil Game Show possuía apenas sete empresas, após ter prometido  a presença de 14 corporações nacionais. Em 2015, o espaço deixa a traseira do estande da Saraiva para ocupar um corredor considerável da BGS atrás da praça de alimentação, com 22 startups brasileiras. Os desenvolvedores indies passam então a existir.

area-indie-bgs Continuar lendo

Anúncios
Padrão
Opinião

Embora maior, Pavilhão Indie da BGS continua distante da sua audiência

Por Paulo Zambarda de Araújo*

Redimindo uma exposição controversa na edição de 2014, a BGS 2015, iniciada dia 8 de outubro e encerrada nesta segunda-feira, trouxe 22 estúdios indies para a maior feira da América Latina. Uma quantidade maior de empresas exibiram melhor o cenário de jogos brasileiro, mas infelizmente o pavilhão ficou isolado além da área de alimentação. Nossas companhias ficaram longe dos grandes expositores.

arena-indie-bgs Continuar lendo

Padrão
Notícia

Brasil Game Show aumenta “Pavilhão Indie” de 17 empresas para 22

A BGS 2015 divulgou, no final de setembro, que 17 empresas nacionais de jogos digitais estariam no evento, localizadas em 36 estandes em uma área cinco vezes maior do que no ano passado, quando a participação brasileira foi tímida. Neste começo de outubro veio a boa notícia: O número de companhias no chamado “Pavilhão Indie” subiu para 22.

Aritana, jogo brasileiro, foi premiado em evento pré-BGS/Foto: Pedro Zambarda

Aritana, jogo brasileiro, foi premiado em evento pré-BGS/Foto: Pedro Zambarda

Continuar lendo

Padrão
Notícia

BGS 2015 confirma a presença de 17 estúdios brasileiros no “Espaço Indie”

A edição 2015 da Brasil Game Show (BGS) confirmou nesta sexta-feira, 25 de setembro, a presença de 17 empresas brasileiras na feira considerada como a maior na América Latina. O evento ocorre entre os dias 8 (para imprensa e negócios) até 12 de outubro no Expo Center Norte de São Paulo. Ao todo, serão 36 estandes no chamado “Pavilhão Indie”, em uma área cinco vezes maior do que em 2014. Além dos estúdios nacionais, um indie norte-americano confirmou presença, chamdo Data Realms.

espaco-indie-bgs Continuar lendo

Padrão