Resenha

Documentário “Paralelos” escancara que a cultura de games brasileira tem origem na pirataria

A história dos games no Brasil é fonte de duas coisas: Redescoberta e mistério. O país de 2016 é infinitamente diferente de 1981 e muito diferente dos anos 90. Este site em si foi criado a partir de uma coluna que se dedicava semanalmente a descobrir os desenvolvedores de jogos brasileiros. Por isso mesmo, é notável reconhecer o esforço de meses e profunda dedicação de Hugo Haddad e Pedro Falcão no documentário Paralelos.

paralelos-geracao

Durval Antonelli, vendedor de games. Foto: Divulgação/Red Bull

Continuar lendo

Anúncios
Padrão
Resenha

Aerea é um bom jogo musical de pancadaria e RPG do Odin Game Studio

A reportagem do Geração Gamer teve acesso ao game Aerea: Scattered Lands durante a Brasil Game Show (BGS) 2015, no mês de outubro. O jogo está sendo desenvolvido pelo Odin Game Studio da zona sul de São Paulo e foi apresentado pelo executivo Alexandre Kikuchi, co-fundador da empresa.

aerea-1 Continuar lendo

Padrão
Resenha

Como funcionam as notas e as avaliações de jogos no Geração Gamer?

O G2 possui uma seção de resenhas totalmente dedicada aos jogos brasileiros. A ideia é que o espaço seja uma vitrine para que as pessoas conheçam a produção nacional com uma visão crítica. Para que os nossos leitores entendam o nosso critério de avaliação, lançamos aqui um pequeno guia de review.

como-sao-as-resenhas Continuar lendo

Padrão
Resenha

Odallus é um ode desafiador aos fãs do NES

Lançamento de julho de 2015, Odallus: The Dark Call é um excelente sucessor do distópico e futurista Oniken (2012). No entanto, saindo deste enredo, o novo título da empresa amazonense JoyMasher é no período medieval. Você controla o guerreiro Haggis que encara monstruosidades que surgiram em sua vila graças a um lorde das trevas. Numa história tipo dark fantasy deve-se guiar o herói para resgatar o seu filho e descobrir o que aconteceu.

odallus-resenha-1 Continuar lendo

Padrão
Resenha

Livro NewsGames, de Diego Pinheiro, tenta traçar panorama do gênero no Brasil e no mundo

Formado pela FMU (Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas) em 2014, Diego Pinheiro lançou naquele ano o livro NewsGames: Jornalismo além do Checkpoint. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é dividido em sete partes e possui 148 páginas. O livro-reportagem, com pegada acadêmica, atribuiu o começo dos chamados newsgames, jogos baseados em notícias de jornalismo, ao ano de 2003, quando foi lançado o jogo September 12th do uruguaio Gonzalo Frasca.

newsgames Continuar lendo

Padrão