Resenha

Livro NewsGames, de Diego Pinheiro, tenta traçar panorama do gênero no Brasil e no mundo

Formado pela FMU (Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas) em 2014, Diego Pinheiro lançou naquele ano o livro NewsGames: Jornalismo além do Checkpoint. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é dividido em sete partes e possui 148 páginas. O livro-reportagem, com pegada acadêmica, atribuiu o começo dos chamados newsgames, jogos baseados em notícias de jornalismo, ao ano de 2003, quando foi lançado o jogo September 12th do uruguaio Gonzalo Frasca.

newsgamesO primeiro newsgame abordava o dia após os atentados de 11 de setembro contra as Torres Gêmeas em Nova York. Tratava-se de um jogo crítico com a guerra norte-americana no Oriente Médio. É um recorte sobre a Guerra do Iraque que culminou na morte do ditador Saddan Hussein.

O livro de Diego também vai até marcos da indústria nacional e que não tem relação direta com os jogos de notícias, como o game Taikodom da Hoplon, que custou R$ 10 milhões e teve parceria da IBM. O autor busca contextualizar o cenário para falar sobre newsgames do jornal Folha de S.Paulo e até da revista Superinteressante, que lançou o Filosofighters, um jogo de luta entre grandes pensadores ocidentais e voltado para o público leitor de história e cultura geral.

filosofighters

Para o seu trabalho, Diego Pinheiro consultou jornalistas, como Fred Di Giacomo, da Super, Renata Honorato, que passou por veículos como Veja.com e portal iG, além de pesquisadoras conhecidas nacionalmente, como Pollyana Ferrari. Outro nome consultado pelo autor foi Paulo Luis Santos, empresário e jornalista fundador do Flux Game Studio.

“Os games noticiosos são um formato jornalístico que unifica a diversão com a informação e tem o poder de levar o jogador para dentro da notícia”, conclui Diego, após consultar sobretudo as fontes nacionais deste formato de mídia. O trabalho do TCC honra, principalmente, jogos desenvolvidos em infográficos, programas em Flash e games feitos para funcionar totalmente na internet.

Possível conclusão

O livro é um pouco complicado de ler pelo vai e vem de informações. No entanto, ele capricha em referências para mostrar como é a produção de um formato de mídia mais imersivo para explicar novidades ou dar panorama histórico sobre as informações que vemos na imprensa. Num tom acadêmico, há algumas poucas notas de rodapé e uma bibliografia condizente com o tema.

No entanto, o trabalho de Diego Pinheiro busca explicar a maioria das expressões em inglês. É um livro que pode agradar quem não conhece nada sobre o tema e pretende se iniciar no assunto.

Acompanhe Geração Gamer no Facebook e no Twitter.

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “Livro NewsGames, de Diego Pinheiro, tenta traçar panorama do gênero no Brasil e no mundo

  1. Pingback: 10 novidades que mexeram com a cena brasileira de games – 14/09/2015 | Geração Gamer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s