Reportagem

EXCLUSIVO: HeartBits foi o primeiro evento de games da Virada Cultural e recebeu 2500 pessoas

O site Geração Gamer compareceu ao evento HeartBits (<3Bits), o primeiro no segmento de jogos digitais que ocorreu na Virada Cultural de São Paulo. Foi uma iniciativa gratuita promovida pela prefeitura no município entre os dias 20 e 21 de junho. O espaço reuniu DJs de música eletrônica de videogame, exibição de games nacionais e alguns fliperamas com jogos internacionais. De acordo com Alexandre Ribeiro de Sá, dono do Vortex Game Studios e organizador tanto da SPJam quanto deste evento, o HeartBits reuniu 2500 em 24 horas de atividades, entre 18hrs do primeiro dia até o mesmo horário na data seguinte.

Foto: Rodrigo Sanches/Bonus Stage

Foto: Rodrigo Sanches/Bonus Stage

O evento ocorreu Museu do Teatro Municipal, embaixo do Viaduto do Chá. Um total de oito de DJs fizeram a música do local: Guilherme Giacomini, com o set Pixel Frito; Daniel Moori, do Funky Pixels; DJ Yatta, fazendo música Rockman Y; Ricardo “Richie” Aquino, com Classic Bytes; Thiago Adamo (PXLSJ), tocando de Yuzo até [Koji] Kondo; Fred Inglez, da Livechips; Caio Braga, com seu Discobits; além de Rique Sampaio, jornalista do site Overloadr com seu set Batidão da Sega.

heartbits-2

O evento trouxe os games brasileiros Space Lander (Vortex Game Studios), Chroma Squad (Behold Studios), Out There Somewhere (Miniboss), Holobunnies (Sleepy Sheepy), Doomedin Damned (Arc-Gen), Mr. Bree+ (Taw), Abelardo (Duaik Entretenimento), Rocket Fist (Daniel Snd), CMKY (Izotonic Games), Odallus: Dark Call (Joymasher), Gooms e Gamesquare, sendo que o último é um jogo projetado que funcionava com QR Code e celulares dos visitantes que interagiam com o computador com jogabilidade similar a Pong. Também foi instalada fliperamas de King of Fighters e do jogo de corrida California Cruisi’n USA.

heartbits-3

heartbits-4

 

Além de nos informar sobre o número de visitantes, Alexandre Ribeiro de Sá deu o panorama de pontos altos e baixos do evento. “Foi a nossa primeira experiência em evento para o publico, pois todos os nossos outros eventos que produzimos, como a SPJam, eram focados no desenvolvedor. Estávamos bem assustados e esperando o pior. O que aconteceu foi completamente o oposto e o evento foi muito tranquilo e sem grandes confusões”, disse o organizador, que não esperava atrair muita gente.

“O grande problema que teve foi a localização embaixo do Viaduto do Chá. O espaço em si eu achei lindo, gosto muito da região com estruturas da época colonial, mas ficamos escondidos. Falei com o pessoal do Teatro Municipal durante a Virada e alguns nem sabiam que ele tava funcionando. Temos certeza que tivemos pessoas que foram procurar o evento e desistiram. De resto foi tudo bem tranquilo. Rolou um ou outro incidente com alcoolizados durante a madrugada, mas totalmente controlável. Nenhuma maquina foi danificada, o prédio não sofreu nenhum dano ou depredação. Era um espaço seguro”, pontuou Alexandre.

alexandre-sa

Alexandre Ribeiro de Sá também narrou uma experiência edificante dentro do evento: “Um caso bacana foi de um menino que chegou com a mãe dele e ficou namorando a máquina do Cruisi’n USA. Ele ficou olhando muito tempo e ninguém estava na maquina. Quando chegamos e falamos ‘vai lá, pode jogar’, ele deu um sorrisão. Provavelmente já namorava alguns jogos nos shoppings e não tinha a oportunidade de jogar. Mesmo com a baixa dos preços dos videogames, computadores e celulares, o jogo digital ainda é uma mídia que vejo de certa forma elitizada. Máquinas em shoppings são caras, assim como eventos de jogos são caros. Nunca participei de um evento assim mais próximo do público e foi incrível!”, finalizou.

A organização da Virada Cultural confirmou que HeartBits foi o primeiro do segmento de games no evento que existe desde 2005 na cidade de São Paulo. O HeartBits também foi desenvolvido pelo esforço de Ariel Velloso, responsável pelo Spcine e pelo SPIN, encontro mensal de desenvolvedores de jogos. Ariel idealizou o HeartBits e a produção foi de Alexandre de Sá.

heartbits-5

O DJ Thiago Adamo divulgou um vídeo de sua performance durante o HeartBits. Confira abaixo.

Acompanhe Geração Gamer no Facebook e no Twitter.

Anúncios
Padrão

4 comentários sobre “EXCLUSIVO: HeartBits foi o primeiro evento de games da Virada Cultural e recebeu 2500 pessoas

  1. Cara, esta Virada Cultural foi bem conturbada, e as duas melhores áreas foram a do SESC Vila Mariana e o HeartBITS! O espaço do heartBITS foi muito bem organizado, divertido, e espero que tenha nos próximos anos, não apenas na Virada Cultural, mas, em outros eventos públicos assim, para divulgar mais e mais a cultura gamer!!!

    Curtir

  2. Pingback: 10 novidades que mexeram com a cena brasileira de games – 28/06/2015 | Geração Gamer

  3. Pingback: HeartBits, maratona de games da Virada Cultural, terá torneio de Street Fighter II em 2016 | Geração Gamer

  4. Pingback: EXCLUSIVO: HeartBits tem redução de 40% de público; mas atrai desenvolvedores com artes | Geração Gamer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s