Opinião

Por que eu acabei entrando no jornalismo de games?

Esta é uma pergunta que eu me pego fazendo diariamente, porque eu às vezes não lembro direito como começou. Só sei de uma coisa concretamente: Não era um sonho de infância. Mas acabei entrando na área e acho que estou pegando gosto em fazer jornalismo de videogame, especialmente aqui no Geração Gamer e nos demais sites em que eu colaboro.

jornalismo-de-games

Continuar lendo

Anúncios
Padrão
Opinião

O Link, do Estadão, acerta ao levar games brasileiros até a capa do jornal

O jornal Estado de S.Paulo, através de seu suplemento de tecnologia Link, acertou hoje ao publicar uma reportagem sobre a produção nacional de videogames e dar o destaque merecido aos jogos na capa da versão impressa da publicação. A grande imprensa brasileira, com algumas pontuais exceções, normalmente não dá atenção ao mercado brasileiro de games interno que cresceu em mais de 100 empresas entre 2009 e 2013, segundo a pesquisa GEDIGames da USP com o BNDES. Atualmente, estima-se grosseiramente que há cerca de 300 grupos fazendo jogos no Brasil, com investimentos de até 100 mil reais em alguns títulos.

imprensa-games

Continuar lendo

Padrão