Opinião

Odin Game Studio, premiado pelo Geração Gamer, encerra atividades em ano de crise

Conheci o Odin Game Studio na Brasil Game Show (BGS) de 2015. O Alexandre Kikuchi me apresentou Aerea: Scattered Lands, jogo musical de plataforma 3D que venceu como destaque de novembro daquele ano no Geração Gamer, e eu soube de outros detalhes da empresa, como o projeto World Ship Simulator.

odin-time

O estúdio foi fonte de reportagem da extinta revista INFO, da Editora Abril, e do site Produção de Jogos de Raphael Dias. Odin cresceu 300% em um ano. Hoje, Alexandre está na T4 Interactive e diz que Thiago Bertoni “tomou as melhores decisões possíveis”, incluindo a de encerrar as atividades.

O fato é que o fechamento do estúdio Odin ocorre num ano de recessão econômica no Brasil depois de mais de 3% do encolhimento do PIB em 2015. A crise, de fato, está estrangulando a nossa capacidade de empreender até com times de 10 pessoas. Os desenvolvedores da empresa paulistana, que contou inclusive com o trabalho de músicos talentosos como Thiago Adamo (PXLDJ), devem prosseguir em novas empresas ou projetos solos, mas as dificuldades presentes mostram que a cena brasileira de jogos eletrônicos encontra-se em risco.

A situação lembra o fechamento do Critical Studio em 2013, empresa de Marcos Venturelli. Mas, na mesma ocasião, ele me falou em entrevista: “Criar jogos no Brasil é um risco necessário“.

Por este motivo, mais empresas como o estúdio Odin são necessárias. E o fechamento de um trabalho caprichado como o deles deve acender o nosso farol de alerta.

Segue a reprodução da mensagem de encerramento de atividades do Odin Game Studio no dia 20 de dezembro de 2016 no Facebook.

Boa tarde a todos!

Gostaria de iniciar já pedindo desculpa pelo texto gigante… mas por se tratar do ULTIMO post da Odin Game Studio, achei que faria sentido.

Sim, esse é nosso ULTIMO post, não só desse ano mas para sempre.

Infelizmente aconteceram muitas coisas desde o inicio de 2016 e por esses motivos precisaremos “fechar as portas”.
O Odin cresceu relativamente rápido e tivemos o privilegio de trabalhar com diversas tecnologias no começo como RFID, RA, Arduino, Kinect, Apps, Advergames e claro… jogos para Mobile e Desktop, nos quais foram nosso foco durante os últimos 2 anos e também sempre foi nosso sonho, tinhamos esse objetivo e conseguimos chegar lá…. mesmo que por poucos anos.

Conseguimos ficar focados em produção exclusiva de jogos para Desktop e se tiverem o interesse em conhecer um pouquinho mais da nossa historia acessem o link ( http://www.odingamestudio.com ), claro que “todos” os produtos não estão atualmente no website, mas ao longo desses anos conseguimos entregar muitas coisas legais, e de fato formamos varias equipes muito fortes e competentes, mas como todos sabem, esse setor é algo muito complicado em manter tudo rodando.

Adquirimos muita experiencia não só profissional mas também de mercado, lidando com Publishers internacionais, desenvolvemos projetos curtos e longos, complexos e simples, chatos e divertidos… e que hoje nos tornou mais maduros e confiantes. Claro que não chegamos lá sozinhos, tivemos varias pessoas que nos ajudaram e muito trabalhando conosco direta ou indiretamente, e podemos citar alguns nomes que fizeram parte da nossa equipe:

Alexandre Kikuchi
Andre Pundek Scapinelli
Rene Mezanini Bertoni
Claudio Matsumoto
Ulisses Dantas
Eric Garcia
Rodrigo Rocha
Bianca Antunes
Willian Lopes
Gustavo Barcamor
Gabriela Nascimento

… MUITO obrigado a todos vocês por terem feito parte do nosso Time!

Torço muito por cada um e tenho certeza que terão sucesso pois são ótimas pessoas e gostei muito de ter tido o privilégio de trabalhar com vocês.

Sabemos o quanto é difícil criar e manter uma empresa de jogos, mas estamos pouco a pouco conquistando mais espaço no mercado, e é natural que em uma luta alguns “soldados” caiam no caminho, mas acredito que toda a experiencia que todos adquirimos não será perdida.

Como eu disse muitas pessoas nos ajudaram em muitas conquistas, mas também muitas empresas, e claro desejo muito sucesso a todas elas não só nossas grandes parceiras como:

Duaik Entretenimento
Reload Game Studio
QUByte Interactive
Messier Games & Animations
Garage 227 Studios
Flux Game Studio
Webcore

… mas também a todas as empresas que lutam por um espaço nesse mercado tão competitivo.

Bom por fim, agradeço a todos novamente, e estou confiante que “existem portas que se fecham para outras se abrirem”.

Grande Abraço

Atenciosamente,
Thiago Mezanini Bertoni / CEO

Odin Game Studio – 2016

Acompanhe Geração Gamer no Facebook e no Twitter.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s