Reportagem

Beenoculus encampa discussão sobre realidade virtual com desenvolvedores e empresas

A Beenoculus, empresa de Curitiba, chamou atenção no evento pago da ABRAGAMES realizado no Espaço CUBO, na noite do dia 29 de fevereiro. Organizado para ser um encontro para discussão de realidade virtual, reuniu representantes globais importantes que lidam com motores gráficos, como Intel, Unity e Unreal.

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foi uma grande reunião de negócios antes da ABRAGAMES levar 80 empresários até a GDC, nos Estados Unidos.

Rawlinson Terrabuio, representante de comunicação e marketing da Beenoculus, falou sobre a experiência de filmagem em 360 graus e como a sua empresa nacional está se posicionando a respeito de games. A ideia de realidade virtual defendida pela Beenoculus não é focada apenas no entretenimento eletrônico, e sim no audiovisual como um todo.

cubo-abragames-2

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

A experiência dos curitibanos resultou numa empresa que nasceu de 20 anos de trabalho no mercado tradicional de TI.  A economia brasileira retraiu 3,8% em 2015, de acordo com o IBGE. No mesmo período, a Beenoculus ganhou um valor de R$ 20 milhões. Rawlinson disponibilizou um modelo do óculos de realidade virtual que custa cerca de R$ 150 e faz sucesso até no exterior.

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Representante e diretora da ABRAGAMES, Eliana Russi apresentou o projeto Brazilian Game Developers (BGD), desenvolvido com a Apex-Brasil para internacionalizar as startups nacionais. A maior associação de desenvolvedores brasileiros levou sua maior comitiva para a Game Developers Conference. De acordo com Eliana, a ideia é aumentar este fluxo. “E já teremos reunião para abril, maio”, disse.

cubo-abragames-4

Cláudio Manculi/Geração Gamer

Jay Santos, representante da Unity e organizador do evento UNITE, apresentou as parcerias internacionais e as vantagens de se trabalhar com um motor de desenvolvimento flexível para diferentes plataformas. Sua apresentação também foi acompanhada por representantes da Intel e da Unreal.

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Maurício Tadeu Alegretti, da Smyowl, contou sobre as experiências bem-sucedidas no mercado mobile e da participação de profissionais como Neymar e diferentes modalidades de games que atraem atenção no celular.

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

Foto: Cláudio Manculi/Geração Gamer

O Espaço CUBO esteve cheio e promoveu a interação entre desenvolvedores de São Paulo e de fora da cidade. Sandro Manfredini, diretor de negócios do Aquiris Game Studio, esteve presente. Também estavam lá integrantes da rede de escolas SuperGeeks, focada em programação e robótica para crianças.

Acompanhe Geração Gamer no Facebook e no Twitter.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s