Reportagem

“Games só no Steam não vendem necessariamente”, diz Pérsis Duaik em evento da AXIS

A escola brasileira AXIS promoveu neste sábado (12) o seu evento Game Day e firmou oficialmente sua parceria com a Epic Games, empresa americana de jogos e motores gráficos de Rockville nos Estados Unidos. Gratuito, o encontro trouxe Jay Wilbur, presidente da Epic, e Paulo Souza, representante da empresa e da marca Unreal na América Latina, por Skype. Grandes comentários também foram feitos por palestrantes brasileiros, como Alexandre Kikuchi (Odin Game Studio), Rafael Lima (Garage 227 Studio), Marcos Gonçalves (IGDA), Pérsis Duaik (Duaik Enterteinment) e Thiago Adamo (PXLDJ Soundworks).

axis-1

O evento foi um grande bate-papo entre desenvolvedores, entusiastas e leigos sobre a cena brasileira de jogos digitais. Uma das falas de principal destaque veio de Pérsis Duaik, o criador de Aritana e representante do ID@Xbox da Microsoft no Brasil. “Games só no Steam não vendem necessariamente”, afirmou o executivo que é desenvolvedor. Para Pérsis, lojas como a Nuuvem estão fazendo sucesso fora do Brasil e trazem o benefício de trazer maiores ganhos para novos games, além de ter um acervo menor de jogos que aumentam a capacidade de crescimento de um título que ainda precisa se consolidar. Vender só no Steam, ignorando outras lojas, pode ser um tiro no pé de quem está começando, de acordo com os debates no Game Day.

axis-2

“A Nuuvem ainda tem o benefício de cobrar em reais. Com a alta do dólar, isso pode ser um ótimo negócio”, complementou Thiago Adamo. Pérsis Duaik lembrou de seus problemas e fracassos pessoais com o lançamento de Aritana e a Pena da Hárpia. “Se você lançar um jogo no Steam, em poucas horas ele já estará pirateado. Nós, indies do Brasil e do mundo, precisamos deixar de cultuar esse sistema como se fosse a nossa representação. Só cerca de milhão usuários realmente só consomem games independentes. O Steam protege também os grandes desenvolvedores”, frisou.

axis-3

Marcos Gonçalves também apresentou a associação internacional IGDA, que milita pelos desenvolvedores de jogos em diferentes partes do mundo e concede descontos em eventos como a GDC norte-americana. E ele também aproveitou para dar um panorama do mercado mobile: “É realmente mais fácil fazer jogos para celulares. No entanto, saem cerca de 500 games por dia nas stores. O desafio é se destacar no mar de apps”.

axis-6

Alexandre Kikuchi, do estúdio brasileiro Odin, disse que se distanciou dos jogos móveis justamente por essa dificuldade de se destacar. Sua experiência mostrou que há uma deficiência nas empresas brasileiras no marketing e em como definir qual público eles querem atingir nos games. “Divulgar o jogo todo mundo faz, mas administrar a empresa para entregar um produto viável para o público ainda é um desafio”, complementou Pérsis Duaik.

axis-4

Thiago Adamo, que trabalhou em diferentes jogos e conhece o compositor americano Barry Leitch de Top Gear para fazer a trilha do jogo brasileiro Horizon Chase do Aquiris Game Studio, ressaltou a importância do trabalho autoral, dentro e fora da música. “Vocês não podem se esquecer que o nome de vocês conta tanto quanto o das empresas em que trabalham. O Barry estava parado e praticamente se reinventou neste trabalho no qual o estúdio Aquiris foi muito feliz em realizar”, ressaltou.

axis-5

A palestra que misturou bate-papo e transmissão ao vivo dos representantes da Epic deu espaço de sobra para quem estava presente fazer perguntas e mostrar conhecimento ou mesmo dúvidas sobre o mercado brasileiro. As falas se misturavam no cômodo de aquário da AXIS, entre maquetes de um esqueleto, desenhos conceituais de jogos e muitas demonstrações de como os videogames são sim cultura em nosso país.

axis-7

Acompanhe Geração Gamer no Facebook e no Twitter.

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre ““Games só no Steam não vendem necessariamente”, diz Pérsis Duaik em evento da AXIS

  1. Pingback: 10 novidades que mexeram com a cena brasileira de games – 14/09/2015 | Geração Gamer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s